sábado, 5 de abril de 2008

Impressão em Tecido


Estava eu farta de procurar tecidos com padrões pequeninos, quando me lembrei de usar uma "técnica" de impressão que inventei à pressa há uns anos para fazer um trabalho da faculdade. E resultou na perfeição! Os meus novos tecidos exactamente com o padrão que eu quero impressos em cetim!
(É uma folha A4 com dois padrões diferentes, a foto é que podia estar melhor...)

11 comentários:

proença disse...

estou extasiado! isto é maravilhoso! a sério, tens de divulgar esta técnica!!! :)

Biby disse...

Olá Rita!
Essa técnica já existe! Se quiseres podes comprar pela net (agora não me lembro qual o site)folhas A4 com um lado em tecido e imprimir na impressora de casa.
Mas tambem ficou muito bem assim como fizeste!
Beijinhos
BIBY

rita disse...

Calculei que alguém já se tivesse lembrado disso, mas mesmo assim fiquei absolutamente extasiada com o resultado. E calculo que fique bem mais barato do que comprar as folhas na net.
Já que não posso registar a patente disto aqui vai a super-técnica: numa folha normal A4 cola-se tecido bem lisinho (de preferência muito fino e passado a ferro) com cola em spary reposicionável. A cola fica sempre do lado do papel. Depois passa-se a ferro de novo e corta-se o tecido à margem da folha. Depois é só imprimir com cuidado e se der para isso, regular a tinta da impressora para o mínimo possível e o tempo de secagem para rápido. Depois de impresso, a maior parte da tintas das impressoras inkjet não desbotam, mas mesmo assim convém usar um fixador comum de desenho em spray.

Ana Anselmo disse...

Olá, também eu sou miniaturista e também já imprimi tecidos com a jacto de tinta. A firma que vende as tais folhas A4 já com tecido colado (seda, algodão , linho, algodão muito fino) chama-se Craf Computer paper e tem muitos materiais interessantes para nós. ~
O site é www.crafcomputerpaper.co.uk

Outra maneira para além da descrita é comprar etiquetas A4 por exemplo da Avery, onde se cola o tecido que se quer imprimir, tirando claro a película que lá está.
A minha experiência é que é imprescindivil fixar a tinta, senão o próprio manuseamento faz sair a tinta.
Já agora, também tenho um blog aqui
no blogger chama-se miniaturesforever e também conheço a Biby.

Ana Anselmo disse...

enganei-me no link ww.craftycomputerpaper.co.uk
já agora e uma vez que é de Lisboa
Neste momento até está a decorrer em Cascais uma exposição e venda de miniaturas, todas de "autor".
No meu blog está toda a informação....
Espero sinceramente que nos faça uma visita.

Anónimo disse...

Olá pessoal! Gostei de ver a criatividade de vocês, muito prazer !.
Agora, permita-me tornar essa idéia um pouco mais empreendedora?
Pois bem, vamos la!
Sempre que usarem um tecido para imprimir é bom se lembrar de alguns detalhes importantes como, por exemplo: ser 100% ou no mínimo 80% de algodão; outra coisa é que ele precisa ter a trama bem fechada e no caso das flanelas isso deve ser levado em conta.
O passo seguinte é adquirir uma cola especial chamada permanente de uso serigráfico, e passá-la com um pincel macio de leve e uniformemente em um dos lados de um ou mais papeis coche 120 g. A4, e deixar secar por uns 20 minutos, podendo acelerar sua secagem com um secador.
Feito isso, passe bem o tecido até ficar firme e liso, aí coloque o papel com o lado da cola sobre o mesmo, que deverá estar um pouco maior, fixando bem e uniformemente.
Em seguida, corte o tecido na medida exata do papel A4, isso com um stillete e régua de aço, sobre uma mesa de vidro, pois isso evita fiapos nas bordas - um detalhe, os papeis terão utilidade para até três usos, razão pela qual é bom ter sempre a mais no caso de uma produção maior.
Agora é só imprimir numa impressora cuja tinta, deve ser pigmentada, por ter maior resistência e desempenho, de preferência em impressoras epson/durabrite, pois elas ainda nos dão condições de imprimir até 1 metro de comprimento. É bom configurar a impressão no modo foto, porém para papel normal. O resultado já impresso, depois de secar por um dia, virá ao se passar bem o ferro quente sem o vapor, usando se um papel chaméx por cima. Maravilha não é mesmo?!
Pode-se com isso, produzir alguns trabalhos lucrativos como:
- Flanelinhas para óticas.
- Brindes/flanelas de limpar veículos, para oficinas e postos de combustível.
- No caso de se imprimir 1 metro, produzir cordões personalizados para crachás, ao juntar e colar pela face interna com cola especial, dois tecidos impressos e depois cortar as tiras com stillete e régua de aço, isso sobre uma mesa de vidro.
- Produzir também, capas impressas em tecidos para livros encadernados.
- Fitas pulseiras com mensagens.
- lencinhos personalizados para presentes.
- Guardanapos personalizados para restaurantes e hotéis.
- Fronhas com fotos e textos para hotéis, pousadas e motéis.
- Etiquetas para confecções, desde que o tecido seja em malha puro algodão fio trinta para não desfiar.
- Bolsos para escolas e empresas.
- Bolsas e sacolas de tecidos.
- Partes de bonés antes de ser fehado.
Enfim, até onde sua imaginação empreendedora lhe conduzir. E boa sorte!

Abraços!

Anónimo disse...

Adorei seu trabalho. tb estou procurando tecnicas para imprimir em tecido maior que a folha A4. Gostei das dicas do anonimo. Será que alguem pode informar como faço para imprimir tamanhos grandes. Qual tipo de impressora, etc.
abraço

Casa da Sol disse...

Rita, procurava justamente por esta técnica, e se me permite fiz propaganda de vc e sua técnica no meu blog, beijão no coração http://solacm.blogspot.com

Miniaturas by Tati MG disse...

Voce está de parabéns suas minis são lindas e esta tecnica é admiravel!

Lenita disse...

Este é um site onde fazem impressão grande formato... Será que interessa?http://rvalentimtextile.blogspot.pt/2010/09/impressao-digital-tecido-100-algodao.html

Sobre o PAP do participante anónimo e todas as outras dicas MUITO OBRIGADA!
Partilhar é sempre uma dádiva com retorno :)

Lenita disse...

Esqueci de apresentar o meu blog, onde convido a participar quem tiver interesse ;)
http://ecomarks-crafts.blogspot.pt/